Make your own free website on Tripod.com

Principal
Apostilas
Links
Download
Fale Conosco
E-mail

 
Assine o CresceNet de graça e receba créditos em reais a cada hora navegada! Clique Aqui e Assine!!!
 
 
 
 
 

 
 Deu Pau?

Um guia com 50 soluções para os problemas mais enervantes do PC

POR CARLOS MACHADO, LUCIA REGGIANI, MARIA ISABEL MOREIRA E MAURICIO GREGO

Num dia é o sistema operacional que estampa a enigmática tela azul. Noutro é a internet que fica a passos de tartaruga, ou então a impressora se recusa a realizar seu trabalho sem aviso prévio. De uma hora para outra, pode até acontecer de o Excel não saber mais calcular. O dia-a-dia de quem encara o computador é cheio dessas e de outras surpresas desagradáveis. Pior é que as falhas acontecem nos momentos mais inoportunos - de madrugada, quando você está louco para cair na cama, ou justamente no fim de semana, quando a idéia era resolver em meia hora aqueles últimos problemas do trabalho. Alguns travamentos são grandes mistérios. Outros têm solução. Nas páginas a seguir, INFO apresenta o caminho para contornar 50 bugs ou dificuldades irritantes no uso do computador.

1. Abaixo a tela azul
Seu micro trava, exibe aquela conhecida tela azul com mensagem de erro e precisa ser reiniciado com freqüência? Esse problema pode ter várias causas. Uma das mais comuns é o conflito entre DLLs, componentes que podem ser usados por múltiplos softwares. Muitos aplicativos instalam suas própria DLLs, mesmo quando elas já estão disponíveis no sistema. Em alguns casos, a versão instalada pode ser mais antiga que aquela existente ou pode estar num idioma diferente, o que abre a possibilidade de conflitos. Para evitar isso, vamos localizar as DLLs duplicadas e desativar as mais antigas. Feche os aplicativos abertos e tecle F3, ou clique em Iniciar/Localizar/Arquivos e pastas. No campo Nome, indique que arquivo deseja procurar. Deixe em branco o campo Contendo o Texto e, no campo Examinar, escreva Meu computador. Certifique-se de que a opção Incluir subpastas está assinalada. Você poderia localizar todas as DLLs digitando *.dll no campo Nome. Mas, se fizer isso, vai obter uma lista com milhares de nomes. É melhor procurar apenas as DLLs conhecidas por provocar problemas. Elas têm seus nomes iniciados em bw, co, ctr, mfc, msv e ole.
No campo Nome, digite, por exemplo, ole*.dll para buscar as DLLs com nomes iniciando em ole. Clique em cada arquivo duplicado com o botão direito e escolha Propriedades. Selecione a aba Versão e anote a versão da DLL.
O arquivo de número de versão mais alto deve estar na pasta Windows\System. Mude o nome do mais antigo para algo como arquivo.dll.velho e coloque o mais novo nessa pasta, se ele já não estiver lá. Reinicie o micro. Quando um aplicativo procurar por essa DLL na pasta onde estava, não vai encontrá-la. Ele vai, então, usar o arquivo que está na pasta Windows\System. Como a DLL velha não foi apagada, é possível reverter o processo se algo der errado. Se estiver tudo certo, repita o procedimento para as outras DLLs duplicadas.
Um utilitário que facilita bastante esse trabalho é o DLL Checker, disponível no site www.vb2java.com. No teste do INFOLAB, esse programa funcionou muito bem no Windows 98, mas não foi possível instalá-lo no Windows Me.

2. Desordem no Registro
O micro fica instável quando se usam recursos de compartilhamento de dados entre aplicativos, ou quando um programa é ativado automaticamente por um outro. Falhas assim, no compartilhamento de objetos, podem, às vezes, ser provocadas pela existência de dados incorretos no Registro do Windows. Se você usa Windows 95, 98, 98 SE ou NT 4 Workstation, reinicie o sistema e, antes de abrir qualquer programa, faça uma limpeza no Registro com o RegClean. Esse programa pode ser obtido no site da Microsoft (www.microsoft.com/downloads/release.asp?ReleaseID=18924). Quando ativado, o RegClean examina o Registro e elimina entradas inválidas. Ele também cria um arquivo que permite desfazer a operação se isso for necessário. A Microsoft não recomenda o uso do RegClean no Windows Me nem no Windows 2000 Professional. Neles, a limpeza do Registro é feita automaticamente cada vez que o micro é ligado. Logo, basta reiniciar o sistema.

3. Instalação desastrosa
Se o micro começa a funcionar mal depois da instalação de um novo programa, a providência número 1 é desinstalar esse programa. É provável que o computador volte ao normal. No Windows Me, antes de qualquer instalação, ative o recurso de Restauração do Sistema para criar um ponto de restauração (clique em Iniciar/Programas/Acessórios/Ferramentas de Sistema/Restauração do Sistema). Se houver problemas depois, desinstale o novo programa e use esse utilitário para restaurar o sistema à situação anterior. Um método muito seguro de se proteger contra esse tipo de problema é manter uma imagem completa do disco para recuperação em caso de desastre. Para isso, são necessários um segundo disco rígido, um utilitário de partição de disco, como o PartitionMagic, e um de clonagem, como o DriveImage (ambos da PowerQuest). O segundo disco é dividido em duas partições. Numa delas, mantém-se uma cópia limpa do sistema operacional. Na outra partição é armazenada uma imagem completa do disco principal, gerada com o utilitário de clonagem. Em caso de desastre, deve-se dar a partida com a cópia limpa do sistema. Os utilitários de partição de disco geralmente trazem um gerenciador de boot para isso. Basta, então, recuperar o disco principal a partir da imagem armazenada e tudo volta a ser como antes.

4. Início automático, PC lento
Muitos softwares - como ICQ, RealPlayer e Babylon -configuram-se para iniciar-se automaticamente quando o micro é ligado. Alguns deles aparecem na forma de um ícone na bandeja do sistema (o lugar onde fica o relógio do Windows). Isso é conveniente no caso de programas que precisam mesmo estar sempre ativos. Mas é bom não abusar. Um excesso de softwares carregados pode deixar o micro lento e aumenta as chances de falhas, já que cada programa ocupa um certo espaço na memória e consome algum tempo de processamento. Para desativar o carregamento automático de programas pouco usados, use o utilitário MSConfig. Clique em Iniciar/Executar. Digite msconfig e clique OK. Clique então na aba Iniciar e desmarque as opções que você não quer que sejam iniciadas automaticamente.

5. Desempenho fraco
Quando seu PC é ligado, ele funciona bem, mas, depois de algumas horas de trabalho, você percebe que a máquina está lenta. Se muitos aplicativos são abertos ao mesmo tempo, o desempenho cai. Esses sintomas sugerem falta de memória. Quando não há memória física suficiente, o Windows apela para a memória virtual, ou seja, transfere os dados excedentes para um arquivo em disco. Como o acesso ao disco é muito mais lento que à memória real, o desempenho se deteriora. Se o micro tiver menos de 64 MB, a única solução é instalar mais memória nele. Já em micros com 64 MB ou mais é possível atenuar o problema com um limpador de memória como o MemTurbo. Esse programa desfragmenta a memória, agilizando o acesso aos dados gravados nela. Depois, faz uma coleta de lixo para recuperar espaço que eventuais softwares malcomportados tenham deixado vazios. Em seguida, descarrega DLLs que não estão em uso. O programa ainda tenta liberar memória ocupada pelo sistema operacional ou por aplicativos. O resultado é que o micro passa a funcionar como se você tivesse acabado de ligá-lo. Uma cópia de demonstração válida por 30 dias pode ser obtida no site www.memturbo.com.

O registro do software custa 19,95 dólares.

6. Os ícones enlouqueceram!
O Explorer começa a mostrar ícones incorretos. Você reinicia o Windows, mas o problema continua. A causa dessa falha pode ser um aplicativo malcomportado que, ao ser instalado, corrompeu as propriedades dos atalhos. O melhor caminho para resolver esse problema é usar o TweakUI, um utilitário com muitas funções interessantes para o usuário avançado. É importante ter a versão mais recente do programa, disponível no site da Microsoft (www.microsoft.com/ ntworkstation/downloads/ powertoys/ networking/ nttweakui.asp). Feito o download, rode o programa tweakui.exe para descompactar os arquivos. Clique com o botão direito sobre o arquivo tweakui.inf e escolha Instalar. Guarde o arquivo de documentação tweakui.hlp para consultas em caso de dúvida. Terminada a instalação, o TweakUI passa a aparecer como uma das opções do Painel de Controle do Windows. No Windows Me, pode ser necessário clicar no link Visualizar todas as opções do Painel de Controle para vê-lo. Ative o TweakUI e selecione a aba Repair. Escolha a opção Rebuild Icons no menu e clique no botão Repair now. O TweakUI vai eliminar ícones não usados e restaurar as propriedades dos demais.

7. Apaguei sem querer!
Você apagou um arquivo e agora precisa dele? Se foi um apagamento normal, o arquivo deve estar na Lixeira do Windows. Basta dar um duplo clique nela e procurar por ele. Mas se você apagou o arquivo permanentemente (Shift+Del) vai ser preciso usar um utilitário específico. Isso também acontece quando o arquivo é apagado por certos aplicativos. Um desapagador eficaz é o Easy Recovery, da OnTrack (www.ontrack.com/easyrecovery). Pode ser a salvação no caso de um arquivo realmente importante. Há uma versão gratuita que só mostra os arquivos, sem recuperá-los. É interessante rodá-la antes de pagar pelo software, já que ele não é dos mais baratos (custa cerca de 400 reais).

8. O game só quer a placa velha!
Você troca a velha placa de vídeo do seu micro por uma novinha. Quando vai rodar seu jogo predileto, ele insiste em procurar a placa velha e não funciona corretamente. A causa pode ser um driver de vídeo duplicado. Quando se acrescenta um componente plug and play ao PC, o Windows tenta instalar os programas controladores para ele. Mas o driver antigo nem sempre é removido completamente. Se houver dois drivers, o aplicativo pode se enganar na configuração. Esse problema pode acontecer também quando há troca de outros componentes, como o modem, a placa de som ou o mouse. A primeira coisa a fazer é verificar se há mesmo drivers duplicados. Para isso, reinicie o micro e, quando ele começar a carregar o sistema (geralmente a máquina emite um bip nesse instante), tecle F8 para exibir o menu de inicialização. Escolha a opção de inicializar no Modo de Segurança com suporte para CD-ROM. Quando a inicialização terminar, clique no ícone Meu Computador com o botão direito e escolha Propriedades. Selecione, então, a aba Gerenciador de Dispositivos. Verifique quais os controladores instalados para o dispositivo suspeito. Se, por exemplo, houver dois drivers no item Adaptadores de Vídeo, aí está o problema. Clique no controlador antigo e, em seguida, no botão Remover. No final, clique em OK e reinicie o micro. Se você não souber qual controlador eliminar, remova todos. O Windows vai reinstalar o programa correto quando for reiniciado. Em alguns casos, vai ser necessário ter à mão o CD-ROM com drivers fornecidos com a placa.

9. O micro não desliga
Um problema comum é o micro travar quando é dado o comando Iniciar/Desligar. O usuário é obrigado a desligar a máquina de forma irregular, pelo hardware. Essa falha pode ter causas variadas. Em máquinas ligadas em rede rodando Windows 98 ou 98 SE, a origem mais freqüente é a maneira como o Windows trata os drives mapeados, ou seja, os discos de servidores de rede que são vistos pelo sistema como se estivessem instalados localmente. Em micros com um grande número de drives mapeados, o Windows fica confuso na hora de fechar as conexões e a falha acontece. Há um patch da Microsoft que corrige esse problema. Chama-se Atualização de Encerramento de Unidades Mapeadas e pode ser obtido por meio do Windows Update (windowsupdate.microsoft.com). Essa atualização é só para Windows 98 e 98 SE.

Retirado da Revista Info Exame de Maio/2001

 


Apostilas Diversas (PDF / DOC / HTML)








Assine o CresceNet de graça e receba créditos em reais a cada hora navegada! Clique Aqui e Assine!!!




clique aqui!
by 
	Banner-Link



Copyright © 2001 Ganda Informática. Todos os direitos reservados.
Jeferson Ferreira Ganda
E-mail: jganda@brfree.com.br