Make your own free website on Tripod.com

Manual pratico do GIMP – Escrito Por Cláudio Santos Versão 1.0
www32.brinkster.com/klausantos E-mail : klausantos@yahoo.com.br



Este Manual foi escrito por Cláudio Santos, Usuário de Linux Mandrake, Slackware e Windows 2000,

Meu currículo esta disponível no meu site : www32.brinkster.com/klausantos, Meu E-mail é klausantos@yahoo.com.br ou ainda ciesvi@hotmail.com

Este Manual foi escrito usando o OpenOffice e o GIMP ( é Cláro).



Manual Pratico do Gimp

Fazendo uma busca sobre textos sobre o Gimp, vi que o material disponível não é tão vasto assim,principalmente se comparado a gama de informação disponível para os softwares da Adobe e Corel, como raramente é lançado tutoriais do GIMP em revistas, eu decidi escrever um para uns amigos e isso acabou virando um projeto e um item para download no meu site.

Decidi então dar minha contribuição na divulgação do Software Livre.

Aqui eu abordo o GIMP Versão 1.2.3 para Windows e para Linux, sendo assim ambos os usuários poderão usar o GIMP sem nenhuma dificuldade.



È muito comum ver em sites pela internet que o GIMP é um "Photoshop capenga", uma imitação, etc.



O Gimp tem suas limitações e isso o impede de ser um substituto adquado para o Photoshop mas isso depende muito do profissional que vai usa-lo. Como o GIMP não trabalha com o padrão de cores CYMK.Padrão este que é utilizado em Graficas. Sendo esta talvez a sua maior limitação.



O GIMP tem uma variedade de efeitos que pode ser utilizado por um Webdesigner sem problemas, e a contrario do que se fala o GIMP é bastante estável, mesmo rodando sob o Windows, e ele tambem é capaz de gravar GIF e Gif animados, é necessário apenas acessar o o site do Gimp na seção GIMP for Windows ( www.gimp.org/~tml/gimp/win32 ).



A inciar o GIMP a primeira coisa que se nota é que o gimp foge um pouco do padrão Photoshop/Windows que estamos acostumados,



Iniciando.



1- Capturando uma tela com o GIMP ( Getting a Screenshoot) .

Apesar do KDE oferecer o Ksnapshoot e ter um seríe de programas para captura de telas no Windows, existem usuários comuns que preferem ter programas tudo em um, e para estes eu recomendo o Gimp.

Conforme na figura abaixo é só usar o menu :



File >> Acquire (Adquirir) >> Screenshoot.




Antes de prosseguirmos vamos falar sobre as opções disponíveis no menu Acquire são :

TWAIN é utilizada para adquirir imagens de Scanner

From Clipbord para alguma imagem que esteja na área de transferência.



Em seguida surgirá a tela mostrada abaixo :






As opções mostradas são :



Grab a single window : esta permite você selecionar qual janela ou area da tela que você quer copiar.



Grab the whole screen (Capturar todo a tela) : Faz uma cópia de todas as janelas ou programas abertos na área de trabalho.



After ... seconds delay : Permite que você programe quando o Gimp fara a captura da tela, permitindo assim que você feche, abra programas, ou altere a ordem das janelas, permitindo-lhe fazer demonstrações de erros, papeis de paredes, programas, etc.



2 - Corrigindo fotografias que possuem pequenas manchas, riscos, etc. .



Clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e acesse a opção :



Filters (Filtros) >>Enhance >> Despeckle.



Altere as opções e veja no preview o que acontece. Ajustando os valores de Branco e preto da imagem você podera otimizar os resultados.



Dica !

Você pode ainda em alguns casos selecionar apenas parte da imagem.



3 – Corrigindo imagens borradas, e dando mais realismos as impressões .

As câmeras digitais recentes produzem imagens modeladas e realistas, muitos scanners suavizam o foco de fotografias para um ponto inaceitável. Isso sem falar em impressões antigas que costuma estarem borradas ou fora de foco.



Para corrigir isso clique com o botão do mouse sobre a foto e selecione :



Filters >> Enhance >> Sharpen ou

Filters >> Image >> Sharpen ( Dependendo de sua versão do GIMP)



Quando a caixa de díalogo abrir mova o slider e perceba as mudanças na janela de pré-visualização.



4 – Corrigindo níveis

É comum vermos na internet fotos com um aspecto encardido, vagamente opaco, com sombras escuras, um tanto avermelhadas, com menos intensidade que as que vemos na vida real, sendo isto muitas vezes caracteristicas dos scanners baratos ou culpa dos usuários que não sabem configura-los.

Para ver e modificar quais partes da escala dinâmica, sua imagem realmente utiliza precisamos verificar os níveis da imagem.

Com o botão direito do mouse clique sobre a imagem desejada e selecione :



Image >> colors >> Levels (Níveis)






Séra carregada a caixa de díalogo contendo um histograma. Como você na figura abaixo.

Caso a imagem não esteja muito nítida, o histograma mostra o grau de nítidez, se você quiser experimentar cuidadosamente, mova o Slider do topo da esquerda para a direita, e você vera como este movimento afeta a imagem, você pode salvar a imagem em diferentes níveis mas é aconselhável você usar o botão Auto (Automático).

Este recurso é muito interessante, só não faz milagre.

5 - Corrigindo uma imagem avermelhada, muito escura, ou com ausência de uma determinada cor.



Suponhamos que você tem uma imagem e que esta com um execessivo tom de vermelho ou Rosa e você quer corrigir isso.

Clique sobre a imagem com um o botão direito do mouse e escolha :



Image >> Colors >> Curve



Clique sobre o botão Value no topo da janela que se abrirá e selecione a cor que você deseja alterar ou remover .

A linha da janela principal tem apenas dois pontos de controles, porem é possível acrescentar mais três ou quatro pontos de controle.

Quando estiver a seu gosto clique em OK.





Manual pratico do GIMP Parte 2 – Escrito por Cláudio Santos - E-mail: klausantos@yahoo.com.br

Manual Pratico do Gimp Parte 2

Dando continuidade decidi expor o segundo capitulo de nosso Manual, aqui vou abordar alguns efeitos interressantes com filtros, valendo salientar que estou apenas dando alguns exemplos cabendo a você expandir os seus conhecimentos através de sua propria curiosidade e criatividade, tambem estou dando ênfase na questão de dar dicas compativeis com o GIMP para Windows e para Linux.



1 - Usando o Filtro Motion Blur




Veja a imagem abaixo, perceba que ela tem uma ligeira impressão de movimento.

Para conseguir este efeito clique com o botão direito do mouse sobre a figura e selecione as opções :

Filters >> Blur >> Motion Blur

2 – Mapeando imagens para a Web

Você já deve ter visto em sites em que ao clicar em uma determinado imagem ou foto automaticamente você é direcionado para uma outra pagina ou link. Para alguns Webdesingners mais ceticos, o GIMP oferece uma ferramenta muito completa para isso. Basta apenas clicar com o botão direito do mouse na imagem desejada e escolher :

Filters >> Web >> Image Map

Você vera a tela abaixo, que dispõe diversas ferramentas uteis e intuitivas.




É Salvar tudo e anexar a sua pagina o arquivo gerado com as informações necessários para o Links da(s) imagem(ens).

Manual Pratico do Gimp parte 3

1 - Conhecendo o efeito : Supernova .


acima temos a imagem Espaço.jpg

Agora vamos fazer surgir o sol iluminando o planeta terra. Para isso, clique com o botão direito do mouse sobre o a imagem espaço.jpg e escolha a seguinte opção :



Filters >> Light Effects >> Supernova



Mova a supernova para o local desejada, escolha o o tamanho a cor e o resultado será como o que temos abaixo.




Dica ! O efeito supernova tambem pode ser utilizado para criar uma lua do exemplo seguinte.

2 – O efeito Vitral

O Gimp traz um filtro chamado Tile Glass, que permite criar vitrais, ladrilhos, etc. Ao clicar com o botão direito do mouse sobre uma imagem e escolher a opção :

Filters >> Glass Effects >> Tile Glass

Você tera uma imagem como a que esta sendo mostrada abaixo :




3 – Dando Volumes as suas Fontes.

Este é um truque muito utilizado no no Photoshop que eu adaptei para o GIMP.

Nesta parte do Manual eu vou apenas introduzir pois há muitas outras maneiras de fazer este efeito e eu vou dar um pouco de prioridade ao uso de Layers(camadas).





1 - Crie uma imagem com um fundo claro ou branco.




2 – Crie um Layer transparente, clicando na caixa : Layers, Chanels and Paths ou clicando com o botão direito do mouse sobre a imagem e selecionando a opção Layers.



Clique no botão New Layer (Nova camada) e você vera a a caixa de dialogo abaixo selecione transparente e clique em OK




Após isso a caixa Layers, Chanels and Paths esta com a aparência mostrada abaxo selecione o novo layer e em seguida clique na imagem, depois clique na ferramenta de texto e digite o texto desejado.

Após digitar o texto clique na ferramenta de seleção para que o texto e clique em qualquer lugar da imagem para deselecionar o texto.

Agora é só clicar com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolher a seguinte opção :


Script-Fu >> Decor >> Add Bevel

OBS :

O Menu Script-fú oferece rotinas prontas para a geração de diveros efeitos, optei pelo uso dele aqui para ficar mais facil o entendimento por pessoas não acostumadas com programas graficos, mas esta não é a única forma de adicionar relevo ou volume no GIMP



Na tela mostrada abaixo desmarque a opção : Work on copy ( exceto se você não tiver certeza de que vai aplicar este efeito), escolha a quantidade de volume na opção Thickness e clique em OK.







E o resultado é algo como os exemplos que é mostrado nas imagens abaixo :



Porem antes de pensar em salvar clique na imagem com o botão direito do mouse e escolha a opção :



Layers >> Merge Visible Layers ou tecle CTRL + M



Agora é só salvar a imagem e colocar por exemplo em sua homepage.



Dica ! Você vera mais a frente que este recurso é util na criação de botões.



Manual Pratico do Gimp Parte 4

Aqui estamos com a 4ª parte do manual.

Estou adaptando alguns tutoriais do Photoshop para facilitar o uso há pessoas acostumadas com o Photoshop, ao Paint Shop Pro e ao Photoline.



1 – Aproveitando areas importantes de uma imagem.

Muitas vezes quando criamos um site, e é comum a preocupação com a rapidez que estas paginas e imagens serão abertas, um recurso muito util no GIMP permite que você possa “Aparar” uma imagem veja o exemplo abaixo:







Temos a imagem de um avião, observe que o avião esta no centro da imagem e temos todo aquele espaço ao redor que não acrescenta nada a imagem, agora imagine que temos 50 imagens semelhantes para mostrar no site, se reduzirmos o tamanho das imagens elas serão mostradas muito mais rapido do que antes, uma maneira de aproveitar areas importantes é usando a ferramenta Crop or Resize :



Outra dica! interressante é que antes de aplicarmos algum efeito em uma foto é aconselhavel converte-las para formatos descompactados como BMP ou Tiff.



Formatos como Jpg e GIF são formatos compactados e ao serem alterados repetidamente vão perdendo qualidade e com isso ou seu trabalho poderá ficar prejudicado.



Agora vamos utilizar a Toolbox do Gimp, clicar na ferramenta Crop or Rezise e selecionar somente a àrea da imagem que realmente nos interressa.



E depois clicar em Crop, o resultado será mostrado abaixo :





agora temos a figura mostrando só o que é importante.





2 - Dando volume e sombra as sua imagens .

No Capitulo anterior eu já mostrei alguns exemplos de fontes com volumes, agora estou dando continuidade do ponto de onde eu parei, agora vamos mostrar um jeito facil de inserir sombra a textos e assim criar fontes, e para ficar mais divertido vamos inserir volumes e sombras para ficar mais criativo.



Como já citado anterior vamos criar uma imagem com fundo branco,eu criei uma com 80 pixels de altura e 350 de altura e em seguida na caixa Layers Chanels e Paths crie um novo Layer, escolha a opção transparente, feito isso vamos acrescentar o texto desejado e a cor pode ser a mesma do fundo ou um cor diferente e em seguida vamos deselecionar o texto, clicar o botão direito do mouse e escolher :






Script-Fu >> Shadow >> Drop Shadows



Na tela que aparece em seguida você tem as seguintes opções :



Offset X e Y : marque valores baixos (no exemplo abaixo eu usei o valores de X e Y em 4 ).

Blus Radius : O padrão é 15 mas você pode alterar conforme a sua vontade.

Color : Permite a você escolher a cor da sombra .

Opacity : Permite a você controlar o grau de densidade da sombra.

Reset to Default : Volta as opções atuais para as opções padrão.

Allow Resizing : Redimensiona a imagem, no nosso exemplo vamos mater esta opção desmarcada.




Agora vamos acrescenta a imagem volume :

Clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha ;



Script-Fu >> Decor >> Ad Bevel



Na tela que se abrirá desmarque a opção Work on copy , aumente ou diminua a opçãoThickness conforme o seu gosto e clique em OK.



O resultado é a imagem que vemos abaixo :




Como você pode ver o GIMP é poderoso, mas infelizmente mal explorado e divulgado, com um pouco de imaginação você sera capaz de fazer maravilhas com as suas fotos, o que falta ao GIMP é vencer o preconceito de muitos profissionais da àrea grafica.

A nossa quarta parte do nosso manual termina por aqui, mas no próximo capitulo teremos

muito mais para ver e fazer.

Se você for precoce já deve ter percebido que este recurso pode ser utilizado para criar botões, e tambem deve percebeu que o efeito Drop Shadow pode ser util tambem para ciração de logos como o efeito Glow, se não havia percebido agora sabe mas isso vamos ver em outro capitulo.



Capitulo 5 Manual Pratico do GIMP



Gifs Animados e Transparências em arquivos GIF e PNG.

Para trabalharmos com o GIMP a primeira coisa a ser feita é baixar o plugin do Gimp que permite a gravação de arquivos no formato GIF, descompactar com o winzip ou similar e copiar o arquivo gif.exe para a pasta plugins, no diretório do Gimp.

Dica !

O formato PNG tambem aceita transparências e o procedimento para salvar um arquivo PNG é semelhante ao de um arquivo GIF. As imagens em PNG são abertas por praticamente todos os navegadores mais usados (IE, Mozilla,Opera,Navigator,Konqueror, etc) e por programas graficos diversos ou seja é uma alternativa ao GIF que é um formato proprietário.



Criando um gif Animado com o GIMP ( * )



  1. Crie uma nova imagem ( 400x60). Coloque uma texto qualquer, um slogan, uma imagem, ou um texto e uma imagem, etc..

  2. Adicione um Layer. Coloque um segundo frame e adicione outro texto que complemente o texto da imagem anterior ou simplesmente a frase : "Clique Aqui".



  1. Clique com o botao direito do mouse na imagem e use Image >> Mode >>Indexed ou as teclas A+I. ( Este procedimento é necessario para fazer um arquivo .gif animado ou simples ou ainda um png com transparências).

  1. Use Filters >> Animations >> Playback para ver a animacao.

  2. Salve a imagem com o Formato *.gif, não esqueça de marcar a opção Save as Animation e clique no botão Export File.

  1. Não faca os frame delays ( atrasos entre os quadros ) muito curtos ou as animações ficaram muito rapidas. É aconselhavel valores altos, no nosso exemplo eu usuei um delay de 1000 Milleseconds, ou seja quanto maior o delay mais lenta é a apresentação. Você ira configurar o frames delays na tela abaixo :






  1. Agora é só você Teclar OK e abrir o seu editor web preferido e inserir o seu banner.



( * ) Esta dica foi retirado do site http://linux.brasileiro.net e adaptada para a versão 1.2.3 do GIMP e foi tambem acrescentado mais detalhes, imagens e comentários feitos por mim.



2) Inserindo Transparências com o GIMP



Uma das formas mais facil de inserir transparências no GIMP é utilizar o filtro de transformação Color to Alpha, que acompanha a versão 1.2.x do Gimp:

Filters >> Colors >> Color to Alpha

Clique com o botão direito sobre a caixa de cor da janela Color to Alpha, ou arraste para ela a cor desejada e aplique o filtro. A imagem deve ser RGB, e isto possibilita a criação de cores 'semi-transparentes' (com valores RGB próximos à cor indicada).



Quando for salvar a imagem ela poderá ser em formato GIF ou PNG, mas não esqueça de alterar a imagem para o Modo Indexed (Image >> Mode >>Indexed ou as teclas A+I ) e depois salve o arquivo.



Capitulo 6



1 - Criando textos com bordas.



Uma duvida que faz parte do cotidiano é se o Gimp permite que seja feito textos com bordas e existem varias maneiras de fazer isso, mas estou priorizando a simplicidade por isso vou mostrar uma maneira bem facil de fazer isso, mas não é a unica.



  1. Crie uma imagem RGB 300 X 100.

  2. Digite o texto que pretende usar e cole-o no local desejado

  3. Use a ferramenta de seleção contigua e mantendo a tecla Shift pressionada, vá clicando de letra em letra até selecionar todas.

  4. Após selecionar todo o texto clique com o botão direito do mouse na opção Select >> Border, escolha o valor em pixel, no exemplo e usei 2 pixels mas isso vai depender do tipo de fonte que você escolheu.

  5. Com você poderá ver o texto aparecerá selecionado, clique com o botão direito do mouse e escolha : Edit >> Fill with FG Color ou Fill with BG Color (Escolha a cor antes).



Veja um exemplo aqui :




Ainda é possível colocar uma efeito num texto com borda.



  1. Crie uma imagem RGB 300 X 100.

  2. Digite o texto que pretende usar e cole-o no local desejado

  3. Use a ferramenta de seleção contigua e mantendo a tecla Shift pressionada, vá clicando de letra em letra até selecionar todas.

  4. Após selecionar todo o texto clique com o botão direito do mouse na opção Select >> Feather, Agora clique com o botão direito do mouse na imagem e escolha Select >> Shrink , escolha o valor em pixel, no exemplo e usei 2 pixels mas isso vai depender do tipo de fonte que você escolheu.

  5. Com você poderá ver o texto aparecerá selecionado, clique com o botão direito do mouse e escolha : Edit >> Fill with FG Color ou Fill with BG Color (Escolha a cor antes).



Veja um exemplo aqui :




Este ultimo exemplo cria um efeito de borda interessante mais podemos melhorar muito ainda, veja a próxima de dica de criação de imagens com bordas.



Criando textos com bordas – parte2

  1. Crie uma imagem nova RGB, escolha o tamanho, neste exemplo vou usar uma imagem DE 300 x 70 pixels, com fundo branco (opcional), em seguida crie um novo Layer (Camada) transparente e dê a ele o nome de contorno.

  2. Insira o texto, tenha preferência por letras mais condensadas ou que recebam o atributo negrito, no exemplo escolhi Arial Black , tamanho 56 points (este valor pode variar de acordo com o tipo de letra que você escolheu), o texto ficar de acordo com o seu gosto, eu usei a palavra : LINUX em maiúscula.

  3. Após a inserção do texto no Layer chamado contorno, vá a caixa Layers,Channels and Paths e duplique o Layer contorno.

  4. Mude o nome da cópia do layer contorno para o nome de plano.

  5. Volte ao Layer contorno e usando a ferramenta de seleção contígua e pressionando a tecla Shift vá clicando e selecionando letra por letra.

  6. Quando todas as letras estiverem selecionadas, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha : Select >> Grow e escolha 3 ou 4 pixels e clique em OK.







No menu mostrado acima você escolhe Grow e a imagem ficará semelhante mostrada abaixo :





Feito isso clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha Edit >> Fill With Fg Color mas não esqueça de antes de fazer isso escolher qual será a cor a ser utilizada na Toolbox do Gimp. Sua imagem terá o aspecto mostrado abaixo :





Sendo que apartir daí ainda ta para aplicar mais alguns efeitos para a imagem ficar mais interessante, como por exemplo a partir daí ir para o layer plano e selecione as letras da palavra Linux e pedir Select >> Shrink escolher por exemplo 2 pixels e em seguida Script-fu >> Décor Add Bevel , marcar Tickness = 5 (podendo variar a depender da fonte usada ou do seu gosto) , e sua imagem deverá ficar como a mostrada abaixo :





Criando um Texto Flamejante



1 – Crie uma RGB com fundo preto, o tamanho neste e exemplo eu usarei : 300 x 70 px



2 – Digite um texto qualquer em branco por exemplo Hotlinks





3 – Quando a sua imagem estiver com a aparência da imagem acima, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha as seguintes opções :



Image >> Transforms >> Rotate >> 90 Degrees



4 – Sua imagem deverá estar da forma mostrada a abaixo.





5 – Clique com o botão esquerdo do mouse sobre a imagem e escolha :



Filters >> Distorts >> Wind



Na que se abre marque os seguintes valores :



Style = Wind

Direction = Left

Edge Affected = leading

Threshold = 10

Strenght = 10



6 – Tecle OK e em seguida clique com o botão direito do mouse e escolha a seguinte opção :

Image >> Transforms >> Rotate >> 270 Degrees





Sua imagem deverá estar igual a que está sendo mostrada acima.

7 – Clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha :

Filters >> Blur >> Gaussian Blur (RLE)



Escolha um valor entre 3 e 5



8 – Agora clique na Toolbox e escolha o Gradient chamado incandescent





8 – feito isto clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha a opção :



Filters >> Colors >> Map >> Gradiente Map



Para finalizar a abra a caixa Layers , Chanels and Paths e crie udas cópias do layer da imagem e mude a propriedade das cópias para Adition conforme na imagem abaixo :





Aqui está o resultado :



Este Manual foi escrito por Cláudio Santos, Usuário de Linux Mandrake, Linux Slackware e Windows 2000,

Meu currículo esta disponível no meu site : www32.brinkster.com/klausantos, Meu E-mail é

klausantos@yahoo.com.br ou ainda ciesvi@hotmail.com

Este Manual foi escrito usando o OpenOffice e o GIMP ( é Cláro).



Seja Livre, não seja pirata !










Este artigo é abaixo não faz parte do Manual do Manual Pratico mas achei necessário incluir-lo. Tomei o cuidado de manter-lo da forma que eu o adquiri no site : www.gimp.hpg.com.br .

Gimp versus Photoshop

Autor: TheGimp.com
Tradutor:
Davi Ferreira

Eu encontrei as dicas a seguir em uma revista especializada em Photoshop e então decidi "traduzi-las" para o GIMP. Nas tabelas abaixo, a Versão do Gimp diz onde você fará funcionar as dicas. Na maioria dos casos, se ela apenas disser "1.0", então a dica é válida tanto para a versão 1.0 quanto a versão 1.2 que está por vir. Em alguns casos a dica possui pequenas diferenças entre 1.0 e 1.2.

Observe que a terminologia do Photoshop é um pouco diferente da do GIMP. Palhetas (palletes) no Photoshop são as janelas (dialogs) do GIMP. Ambos os termos se referem às várias janelas (exceto pela Janela de Imagem) associadas com os programas.



Comparando dicas do Gimp e do Photoshop — Versão 3

No Photoshop...

No Gimp...

Versão do Gimp

Control/Command + E une uma camada (e qualquer outra camada ligada a ela) a camada de baixo.

Control+Shift+M, na janela Layers & Channels, une a camada atual com a camada de baixo.

1.2

Clicando com o botão direito do mouse no ícone da nova camada você pode alterar seu nome.

A janela de nova camada fornece um campo de texto específico para nome quando a camada é criada. Além disso, clicando duas vezes sobre a camada é possível alterar seu nome.

1.0

Marcando a caixa Preserve Transparence na palheta de camadas irá permitir que você pinte apenas os pixels não-transparentes da camada.

Marcando o botão Keep Trans na janela de camadas permitirá que você pinte apenas os pixels não transparentes.

1.0

Utilize o modo tela cheia caso as marcações dos paths fuja dos limites da tela.

Utilize a ferramenta de zoom para aumentar a visualização, depois pressione Control+E e então tire o zoom para ver as alavancas perdidas.

1.2

Os modos de mistura (Blend) controlam a maneira de como as cores se misturam. Você pode alterar estes modos enquanto está pintando, criando um gradiente, ou então entre camadas diferentes

O modo de mistura pode ser configurado a partir de qualquer ferramenta de desenho ou pintura, assim como nas camadas. A versão 1.0 possui modo de mistura associado com cada ferramenta. Já na 1.2, o modo de mistura pode ser escolhido nos pincéis e na janela de camadas. Todas as ferramentas de pintura e desenho fazem uso do modo de mistura configurado na janela de pincéis.

1.0, 1.2

Se você precisa de um guia com curvas ou em diagonal, crie-o utilizando paths.

Dito e feito. Paths são a solução para vários problemas encontrados na versão 1.0.

1.2

Clique, pressionando a tecla shift, em uma camada de máscara para desabilitá-la.

Control+Clique torna a máscara visível. Alt+Clique torna-a invisível.

1.2

Paths tomams menos espaço de um arquivo de imagem do que uma seleção gravada como canal.

Paths tomams menos espaço de um arquivo de imagem do que uma seleção gravada como canal.

1.2

Clicar com o botão direito no Olho de uma camada torna as outras camadas invisíveis.

Pressionando a tecla Shift enquanto clica com o botão do mouse sobre o Olho da camada torna todas as outras camadas invisíveis. Repetir a operação irá torná-las visíveis novamente. Observe que se todas as camadas não estavam visíveis originalmente, ela ficará quando você tornar ativa a visibilidade das camadas através do segundo passo desta dica.

1.0

No Photoshop...

No Gimp...

Versão do Gimp

Você simplesmente não pode copiar uma máscara de uma camada para outra no Photoshop 4. Se você precisar fazer isso, clique na máscara pressionando a tecla Control / Command para carregá-la como uma seleção e então clique no ícone de nova máscara na segunda camada. Isto automaticamente transformará a seleção em máscara.

Para duplicar uma camada de máscara você precisa primeiro adicionar uma máscara a segunda camada. Posicione o cursor na Janela de Imagem e pressione Control+A seguido de Control+C. Clique na máscara da segunda camada, posicione o cursos novamente na Janela de Imagem e pressione Control+P. Volte para a janela de camadas e escolha Anchor Layer do menu.

1.0

Uma seleção ou forma específicas, pintadas, podem se transformar em um novo pincel.

Usuários podem definir pincéis utilizando o script-fu To brush (Script-fu > To Brush no menu da Janela de Imagem). Isto na versão 1.0. Já na versão 1.2, você pode definir isto na janela de pincéis.

1.0, 1.2

Clicando duas vezes em um pincel permite que você edite suas propriedades. Configure o espaço para mais do que 25% e você terá pinceladas mais fortes e mais espaçadas.

Você pode editar novas formas de pincéis, porém, as já existentes ainda não podem ser editadas nas versões atuais. Para obter pinceladas mais espaçadas e fortes, tanto na versão 1.0 como na 1.2, você precisará ajustar o espaçamento e este dependerá do tamanho e da forma do pincel.

1.2, 1.0

A tecla Tab controla a visualização das palhetas na tela: on ou off.

A tecla Tab torna todas as janelas invisíveis, incluindo a barra de ferramentas. Pressionar Tab novamente trás de volta a barra de ferramentas. Pressionar ela uma terceira vez trás de volta as telas que estavam visíveis originalmente.

1.2

O ícone de uma camada ajuda a identificar o que está nela, porém pode prejudicar o desempenho do Photoshop em computadores menos potentes. Você pode desligar estes ícones a partir das opções da palheta de camadas. Utilizar nomes descritivos de camadas sem os ícones ajuda bastante.

A pré-visualização das camadas pode ser deligada, assim como ajustada para diferentes tamanhos, utilizando a janela de Preferências. Com as pré-visualizações ativadas a performance pode ser afetada, em computadores lentos, de pouca memória. Desligá-las e utilizar nomes descritivos para as camadas podem ajudar a acelerar as coisas.

1.0

A qualquer momento você pode alterar o tamanho de uma imagem utilizando os comandos Image Size e Canvas Size. Comandos.O Photoshop "confisca" as seleções que estejam fora dos limites e que possam estar ativas.

Alterar o tamanho de uma imagem não causará a perda de qualquer seleção existente. Elas são alteradas junto da imagem. A seleção também não se perde quando você aumenta ou diminui uma camada, mas nesse caso a seleção não sofre as mesmas alterações.

1.0

Clicar com as teclas Control / Command carrega qualquer canal como uma seleção. Áreas pretas não são selecionadas, enquanto as brancas são totalmente selecionadas.

Máscaras podem se transformar em seleções utilizando a opção da versão 1.0 Mask to selection, no menu de camadas. Áreas pretas são selecionadas, áreas brancas não (inverta a seleção para obter o mesmo efeito do Photoshop).

1.0





Para quem está vindo do Photoshop



  1. O Gimp pode lidar com aqruivos TIFF do Photoshop. Porém você não pode salvá-los como uma imagem CMYK do Photoshop, já que o Gimp terá problemas com ela. Para conferir, veja qual modo está configurado no Photoshop. Confira se é o RGB. Depois de conferido salve a imagem TIFF.

  2. Arquivos de camadas Photoshop, ex. arquivos PSD, podem ser lidos no Gimp utilizando a última versão do plugi-in para arquivos PSD (disponível no Gimp Plugin Registry) Sendo que isto não é nescessário nas versões 1.2.X. No entanto, o Gimp não podia salvar arquivos no formato PSD isso mudou na versão 1.2.X.

Filtros

  1. Existem dois Filtros de Bump Map: Distort > Emboss e Map > Bump Map. O último funciona apenas com camadas que não possuam canais transparentes (alpha) o que geralmente significa apenas a camada de fundo. Se sua camada possuir um canal transparente use o filtro Emboss.

  2. O filtro Sharpen pode distrocer os contornos de uma imagem com valores mais altos. Isto geralmente afeta apenas as colunas de pixels de cima, de baixo, direita e/ou esquerda. Para limpar isto utilize a ferramenta de Clone e copie a coluna adjacente (por exemplo coluna 2 para coluna 1).

  3. O filtro Bump Map (assim como muitos outros filtros) possuem uma janela de preview que não mostra toda a imagem de origem. Você pode clicar na janela com o botão esquerdo e se moviemntar pelos diversos pontos da imagem. Nem todos os previews permitem isso, mas não dói nada tentar.



*As dicas de Photoshop foram retiradas de uma edição especial da revista Computer Arts, publicada em maio de 1999. Nesta edição existem mais de 100 dicas para o Photoshop. Levará um tempo para que eu possa converter todas elas para o Gimp! Fique de olho pois estas dicas serão autalizadas de tempos em tempos.

Se você é um profissional que trabalha com Photoshop e Gimp, e converteu algumas dicas envie-e para a Gimp.br. O nosso email é: davi@cruiser.com.br



A versão original deste documento você encontra em:
http://www.thegimp.com/tips-tricks.html



Atualizações 1.1

Fotos montagens com o Gimp Parte 1



Vou começar com um exemplo simples de como unir duas fotos para gerar uma terceira, o Gimp não fica devendo nada aos maiores da computação gráfica mas nesta primeira parte vou usar um exemplo simples e tosco mas que já é uma base para você fazer coisas mais avançadas, em breve disponibilizarei a versão 2.0 do Manual Pratico do Gimp, este trará efeitos e montagens mais avançadas.



Temos abaixo duas imagens :







O primeiro passo para fazer uma montagem no Gimp, é abrir as duas imagens.



Para selecionar clique na imagem surgira um nó, continue clicando e outros nós vão ser criados, contorne toda imagem e após ligar todos os nós dê um clique no meio da figura para que ela fique como a imagens abaixo:

A imagem do carro deve ser selecionada utilizando a ferramenta de Bezier.





Após selecionar todo a imagem, clique como o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha copiar.

Abra a segunda imagem e clique em Paste Into ( colar em ) .



Dica : Quando estamos trabalhando com montagem o ideal é inserirmos na segunda figura( no nosso caso o fundo) um Layer transparente e colarmos a imagem do carro sobre ele. Assim caso queiramos corrigir ou fazer alterações a imagem de fundo poderá ser restaurada.



A imagem Adquira é esta :






Seja Livre, não seja pirata !